Buscar Genéricos
Consulte aqui sobre os
medicamentos genéricos

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DE MEDICAMENTOS GENÉRICOS.

Fundada em janeiro de 2001, a Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (Pró Genéricos) é a entidade setorial que congrega os principais laboratórios que atuam na produção e comercialização de medicamentos genéricos no país.

Sem fins econômicos, a organização tem como missão contribuir para a melhoria das condições de acesso a medicamentos no Brasil através da consolidação e ampliação do mercado de genéricos.

Juntas, as associadas da PróGenéricos concentram aproximadamente 90% das vendas do segmento de genéricos no país. Articulando-se com diversos setores da sociedade, instituições de ordem pública e privada, a PróGenéricos canaliza as ações de suas associadas, dando densidade ao debate público em torno de questões relevantes para o setor da saúde e para o desenvolvimento da indústria farmacêutica no país.
Notícias
05/08/2016
A eficácia e a qualidade dos biossimilares são equivalentes às dos medicamentos originais
A guerra dos genéricos ocorrida no final de século passado será vista como uma brincadeira de crianças perto daquela que se prepara com os medicamentos de última geração, os chamados remédios biológicos. Confiram matéria do El Pais:http://brasil.elpais.com/brasil/2016/08/02/ciencia/1470125640_368210.html
06/06/2016
Medicamentos para doenças crônicas dominam ranking de genéricos
Dos 50 genéricos mais vendidos, 39 são de uso crônico, aponta levatamento da PróGenéricos. Confira na coluna de Lauro Jardim: http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/remedios-para-doencas-cronicas-dominam-ranking-de-genericos-mais-vendidos.html
31/05/2016
Há 17 anos os medicamentos genéricos chegavam ao mercado brasileiro de medicamentos para fazer história. E fizeram. Hoje já respondem por 30% dos medicamentos comercializados no país e são fundamentais na vida de muita gente.
15/02/2015
Genéricos no topo
Em 2015, três dos dez remédios mais vendidos nas farmácias brasileiras, em unidades, foram genéricos, de acordo com levantamento inédito da IMS Health. Em 2014, eram dois e em 2013, apenas um. Confira no blog do Lauro Jardim, em O Globo: http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/generico-triplica-participacao-de-mercado-entre-2013-e-2015.html
05/02/2016
Vendas de Genéricos crescem 11,75% em 2015
As vendas de medicamentos genéricos somaram R$5,9 bilhões em 2015, alta de 11,75% em relação a 2014, período em que o resultado foi de R$5,3 bilhões. Em unidades, os genéricos apresentaram crescimento de 12,19% no volume vendido no passado. Confira em: http://www.valor.com.br/empresas/4425402/venda-de-genericos-perde-ritmo-e-sobe-1175-em-2015
04/02/2016
BNDES aprova financiamento para Bionovis e Orygen
O BNDES aprovou financiamento de R$ 401 milhões para instalação das fábricas da Bionovis e da Orygen. "O país deve ter a primeira fábrica de remédios biotecnológicos ainda este ano" disse o chefe de departamento de Produtos para Saúde do BNDES, Pedro Palmeira. Confira: http://www.valor.com.br/empresas/4423528/projetos-da-orygen-e-bionovis-recebem-recursos-do-bndes
19/01/2016
Projeto do INPI tentará diminuir tempo de espera por novas patentes (Folha de SP - Mercado Aberto)
O INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) lança nesta terça-feira (19) um projeto cuja meta é analisar em nove meses os pedidos de patente selecionados para participar do projeto. Confira:
http://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2016/01/1730925-duas-argentinas-disputam-ativos-da-petrobras.shtml
22/12/2015
Anvisa bate recorde na concessão de registro de genéricos inédito
O ano de 2015 se encerra com a importante marca de ter sido o ano em que a Anvisa mais aprovou genéricos inéditos desde 2006. De janeiro a dezembro foram aprovados 35 medicamentos inéditos registrados pela Agência.
Confira a notícia completa em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/content/anvisa+portal/anvisa/sala+de+imprensa/menu+noticias+anos/2015/anvisa+bate+recorde+na+concessao+de+registro+de+genericos+inedito
17/12/2015
Redução de preço de remédios salvaria o Farmácia Popular de cortes
O Ministério da Saúde propôs a laboratórios reduzir o valor de referência de nove medicamentos que integram o programa Farmácia Popular, que corre o risco de ser parcialmente suspenso em 1º de janeiro. Confira notícia completa em: http://extra.globo.com/noticias/economia/reducao-de-preco-de-remedios-salvaria-farmacia-popular-de-cortes-18314762.html
15/12/2015
OPAS/OMS lança nova série de estudos sobre medicamentos
A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) lançou uma série de estudos sobre uso racional de medicamentos.
Confira a notícia completa em: http://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=4965:opas-oms-lana-a-sa-copy-rie-de-estudos-sobre-uso-racional-de-medicamentos&Itemid=455
11/12/2015
Laboratórios aumentam oferta de descontos em 2015
A crescente concorrência no mercado farmacêutico brasileiro, o sexto maior do mundo, levou os laboratórios a ampliar em mais de dois pontos percentuais o desconto médio dos medicamentos vendidos em farmácias ao longo de 2015, segundo levantamento do IMS Health. Confira a notícia completa em: http://www.valor.com.br/empresas/4352618/laboratorios-aumentam-oferta-de-descontos-em-2015
07/12/2015
Setor enfrenta alta de custos por causa do dolar
Com dólar mais alto, medicamentos perdem descontos e preço sobe até 20% para consumidor.
Confira a notícia completa em: http://oglobo.globo.com/economia/medicamentos-perdem-descontos-precos-sobem-ate-20-18233445
04/12/2015
Menos impostos nos medicamentos
A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo reeditou a Frente Parlamentar para Desoneração dos Medicamentos. Confira a notícia em: http://www.revistafatorbrasil.com.br/ver_noticia.php?not=309893
01/12/2015
72% dos brasileiros confiam em medicamentos genéricos
Como parte da campanha #EuConfioEuEscolho, a Medley encomendou para o Ibope uma pesquisa sobre a relação do brasileiro com o medicamento genérico. Confira: http://propmark.com.br/mercado/72-dos-brasileiros-confiam-em-medicamentos-genericos
27/11/2015
Medicamentos no azul, mas ritmo diminui
Comparada à maior parte dos demais ramos de atividade, a indústria farmacêutica, em especial os fabricantes de medicamentos genéricos, não teriam do que se queixar. No entanto, o setor cresce 50% menos que em 2014. Confira: http://www.istoedinheiro.com.br/blogs-e-colunas/post/20151126/medicamentos-azul-mas-ritmo-diminui/7882
26/11/2015
Alckmin sanciona redução de imposto sobre genéricos
O governador Geraldo Alckmin sancionou os Projetos de Lei 1404/2015 e 1405/2015, que reduz o imposto sobre circulação de mercadorias do medicamento genérico, reajusta a alíquota sobre o cigarro e a cerveja, e cria o Fundo Estadual de Combate à Pobreza. Saiba mais: http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia2.php?id=243463&c=6&q=alckmin-sanciona-reducao-de-imposto-sobre-genericos-e-cria-fundo-de-combate-a-pobreza
23/11/2015
Eurofarma registra primeiro biossimilar da América Latina
Por Stella Fontes | De São Paulo, jornal Valor Econômico

Confira a notícia em: http://www.valor.com.br/empresas/4325146/eurofarma-registra-primeiro-biossimilar-da-america-latina
18/11/2015
Assembleia de SP aprova novas alíquotas de ICMS para medicamentos genéricos
As alterações na Lei do ICMS (Lei 6.374/1989) foram acolhidas nesta quarta-feira, 18/11, com a aprovação, por 55 votos sim e seis votos não, do Projeto de Lei 1404/2015. Confira a notícia em: http://www.al.sp.gov.br/noticia/?id=368659
26/10/2015
Com a crise, vendas de genéricos crescem menos do que o esperado
Os medicamentos genéricos apresentaram alta de 10,7% nas vendas em volume no terceiro trimestre de 2015. Foram comercializadas 254,3 milhões de unidades de medicamentos contra 229,6 milhões em igual período do ano passado. Um crescimento tímido.

Os dados são de levantamento da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos, a PróGenéricos, com base nos indicadores do IMS Health, instituto especializado que audita o varejo farmacêutico no Brasil e no mundo.

“Esperávamos alcançar um crescimento médio de 15% ao longo do ano em unidades, mas compreendemos que o cenário é bastante difícil na economia, com o poder de compra das famílias penalizado por conta da inflação.

Diante dessa realidade, os números não têm correspondido às nossas expectativas”, afirma Telma Salles, presidente executiva da PróGenéricos.

Em valores, as vendas do segmento cresceram 21%, movimentando entre julho e setembro R$5,2 bilhões

A participação de mercado dos genéricos no varejo atingiu 29,6%. No terceiro trimestre do ano passado, era de 27,8, enquanto que no terceiro trimestre de 2013 registrou 27,6%, ficando praticamente estagnado. “Isso demonstra que os genéricos continuam tendo habilidade de conquistar novos consumidores em cenários de crise, por serem produtos mais baratos e confiáveis”, afirma Telma Salles.

Já em valores, as vendas do segmento movimentaram entre julho e setembro R$5,2 bilhões contra R$4,3 bilhões no terceiro trimestre de 2014.

O percentual de crescimento de 21% foi inferior ao registrado no terceiro trimestre de 2014, quando comparado ao de 2013, que foi de 22%. “Apesar de positivo e de ainda estar na contramão do restante da economia que vem se deteriorando de forma significativa nos últimos meses por conta da crise, o resultado sofre impacto direto por conta da alta do dólar e do aumento substancial dos custos de produção, incluindo importação de insumos, energia, distribuição, entre outros”, analisa Salles.

Diante deste cenário, segundo a executiva, as indústrias já se preparam para tentar equilibrar as contas em 2016. Entre as principais medidas a revisão das políticas de descontos nos pontos de venda e a adequação da capacidade produtiva, são esperadas.

“Se o crescimento não acontece dentro do esperado, se há redução na rentabilidade aliada à possibilidade de reduções na renda e no poder de compra das famílias, não há outra saída”, explica.

O resultado das vendas do mercado total de medicamentos no terceiro trimestre registrou alta de 6,2% em unidades, com a comercialização de 872,6 milhões de medicamentos, contra 821,2 milhões no ano passado.

Ao excluir os genéricos do resultado total do varejo farmacêutico, porém, o crescimento em unidades cai para 4,5%. No terceiro trimestre de 2014, o desempenho a indústria em unidades, não contabilizando as vendas de genéricos foi de 6,2% em relação ao ano anterior. Já em relação ao terceiro trimestre de 2013 versus o mesmo período de 2013, o crescimento do varejo foi de 11%.

“Isso mostra que os genéricos seguem sendo fundamentais para os maiores players do varejo e que em tempos de crise, o mercado passa a depender mais dos genéricos”, conclui Salles.
Em valores, o mercado total registrou vendas de R$19,7 bilhões entre julho e setembro, enquanto que no mesmo período de 2014 foram contabilizados R$17,3 bilhões, crescimento de 13,7%.
18/09/2015
Mercado ganha 20 novos medicamentos genéricos em 2015
Entre as drogas que ganham versões genéricas este ano estão o Cialis, para disfunção erétil; o antiflamatório Arcoxia e o antihipertencivo Atacand. Desde 2001, consumidor já economizou R$ 66,2 bilhões com genéricos, que custam, no mínimo, 35% menos que medicamentos de referência.
Marcas Associadas
Prati-Donaduzzi
Nova Quimica
Valeant
Torrent
Pharlab
Neo Química
Merck
Medley
Libbs
Geolab
Eurofarma
EMS
Brainfarma
Biosmética
Sandoz
Eventos setoriais
21/09/2016
Expo Pharma 2016
A Expo Pharma 2016 apresenta o Congresso do Varejo Farmacêutico, que vai abordar temas ligados à Tecnologia para o Varejo Farmacêutico. E além do Congresso, em paralelo, a Expo Pharma ainda oferece a feira, que vai contar com expositores da indústria farmacêutica, distribuidores, proprietários de farmácias, gestores, farmacêuticos, representantes de grandes redes e compradores, que vão oferecer condições especiais para negócios realizados durante o evento. Agende-se e participe!
Quando
21 a 22 de setembro de 2016
Onde
Hotel Windsor Barra – Rio de Janeiro

Saiba mais: http://expopharma.com.br/
ExpoPharma 2016
21/06/2016
Pro Genéricos apoia o Fórum Nacional Pharmanager 2016
Acontece nos dias 21 e 22 de junho no Centro de Convenções Expo Center Norte, em São Paulo, o Fórum Nacional Pharmanager. O evento, apoiado pela ProGenéricos, é um dos principais do segmento ao longo do ano em que serão apresentadas soluções para gestão de produtos e serviços para o varejo farmacêutico. Para mais informações, acesse: pharmanager.com.br
O evento, apoiado pela ProGenéricos, é um dos principais do segmento ao longo do ano.
Genéricos em números
Mercado brasileiro
85%
Medicamentos do farmácia popular
79%
Compram ou já compraram medicamentos genéricos
30%
Medicamentos prescritos no Brasil são genéricos
30%
Medicamentos vendidos são genéricos
Mercado brasileiro
14 empresas associadas responsáveis por mais de
90%
do mercado Brasileiro de genéricos
Economia para o consumidor
35%
Genéricos são 35% mais baratos que os medicamentos de referência
60%
Genéricos são, em média, 60% mais baratos que os medicamentos de referência nas farmácias